O número de mortes e casos de Covid-19 vem variando para cima e para baixo desde o início do ano passado, levando governos do mundo inteiro a implementarem medidas de isolamento social com o intuito de reduzir a transmissão e consequentes fatalidades. Porém, muitas pessoas não respeitaram as instruções de isolamento e nem mesmo o bom senso, participando e encorajando grandes aglomerações. 

Neste texto, iremos destacar alguns famosos que causaram polêmica ao organizarem festas e shows em plena pandemia, chocando os fãs e a mídia brasileira.

Gabriela Pugliesi

Um dos primeiros casos polêmicos de uma celebridade furando a quarentena foi o de Gabriela Pugliesi, influenciadora “cancelada” ainda em 2020 por ter dado uma festa no ápice da pandemia, e o pior, postado abertamente sobre ela. 

Pugliesi recebeu convidados em sua casa no dia 25 de abril, quando o Brasil ainda estava muito tenso pelo alto número de mortes. Após o fato, a influenciadora perdeu contratos publicitários e seguidores nas redes sociais – um prejuízo que se supõe ter sido milionário. 

Caio Castro e Grazi Massafera

Em janeiro deste ano, Caio Castro e Grazi Massafera celebraram o aniversário do ator com pelo menos mais outras 15 pessoas, todas sem máscara. O casal registrou e postou o evento nas redes sociais, gerando uma avalanche de reclamações dos fãs, que não gostaram da aglomeração em Fernando de Noronha.

Neymar

Foram diversos “furos” na quarentena do craque do Paris Saint Germain, que é figurinha repetida em festas dadas por celebridades no mundo inteiro, inclusive durante a pandemia. 

A comemoração que mais deu o que falar foi a festança de Réveillon que Neymar realizou em Mangaratiba, no Rio de Janeiro. Foram cinco dias de shows ao vivo e centenas de convidados. A agência que representa a publicidade do jogador disse que o evento contaria com “apenas” 150 pessoas e que estaria cumprindo as normas sanitárias, mas a história parece ter sido muito diferente.

Thiago Martins

O ator Thiago Martins também foi bastante criticado após ter aparecido em vídeo promovendo uma festa com amigos em seu apartamento. O caso ocorreu em julho de 2020, e o que realmente incomodou os fãs foi o fato de que o ator tinha feito uma postagem condenando aglomerações em praias e bares pouco tempo antes disso.

Gusttavo Lima, Ludmilla e Alexandre Pires

Sim, muita gente está cansada do isolamento – mas não é por isso que se deve desrespeitar as medidas de segurança aplicadas pelo Estado. Tanto que uma festa black-tie realizada no Copacabana Palace em maio de 2021 rendeu uma  multa de R$ 15 mil reais e a interdição por 10 dias para novas festas. Além das centenas de convidados, cantores famosos trabalharam no evento, como Gusttavo Lima, Ludmilla e Alexandre Pires.

Jojo Todynho

Em junho de 2020, no ápice da pandemia, a funkeira Jojo Todynho foi flagrada furando a quarentena para cantar em uma festa privada. Jojo havia perdido a sua mãe de criação tragicamente um pouco antes, em decorrência da Covid-19. 

Em suas redes sociais, ela desabafou: “A crise de ansiedade… as pessoas me veem rindo, espairecendo a mente, mas é porque preciso. Vocês não têm noção. Do nada, o coração dispara. [..] Mas assim, a crise de ansiedade, quando é detectada rápido, você tem que procurar tratar. Ela se desenvolve e pode virar uma depressão”.

Claudia Leitte

Mais recentemente, no dia 27 de novembro, Claudia Leitte foi duramente criticada pelos fãs após provocar uma aglomeração de fãs em um show que realizou no estacionamento do Espaço das Américas, na Zona Oeste de São Paulo. A máscara sanitária era um item obrigatório segundo decreto do governo de São Paulo, mas no local via-se centenas de pessoas sem máscara. A assessoria de Cláudia disse em um comunicado que o evento foi realizado “respeitando todas as normas de saúde impostas pelo governo de São Paulo. Só era possível entrar no local comprovando a vacinação completa da covid-19 e, além disso, o evento foi feito com capacidade reduzida, com apenas 3 mil pessoas”.

By news

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.